Vitrine da May: Resenha: Inferno Dan Brown

Resenha: Inferno Dan Brown



Inferno - Dan Brown
Dan Brown é o autor de suspense mais popular da atualidade, com mais de 150 milhõesde livros vendidos. Ele também escreveu Anjos e Demônios, o Código da Vinci, Ponto de Impacto e Fortaleza Digital. Dan é casado com a pintora e historiadora da arte Blythe, que colabora nas pesquisas de seus livros, eles moram na Nova Inglaterra, nos Estados Unidos.
Gente, sou louca pelo Dan Brown, minha irmã tinha todos os livros quando eu era criança e nunca tive interesse de ler nenhum, até que num mágico e abençoado dia eu resolvi ler :') Meu Deus, foi uma das melhores decisões que tomei naquele dia viu, desde então eu sou louca pelo Dan Brown e principalmente com suas histórias com o Robert Langdon. O problema é que geralmente ele demora bastante entre um livro e outro e eu acabo esquecendo de já já tem livro novo, o último que comprei e li logo que lançou foi o Símbolo Perdido ( é muito bom, como todos os outros, recomendo) e depois de um tempo esqueci. Até que em um belo dia conversando com um amigo ele fala sobre o novo livro do Dan Brown e eu quase morri do coração, como assim o Dan lança livro novo e não me fala ue? Haha, ainda não tinha lançado mas eu já estava morrendo de ansiedade e curiosidade pra saber do que se tratava o novo livro. Ele foi lançado mais ou menos no final de Maio e eu ia esperar pra ganhar de dia dos namorados :p porém não aguentei e em uma viagem pra Cuiabá (linda a cidade, amei) acabei encontrando o livro com desconto e comprei. Sim, eu tenho o livro desde Maio e só tive tempo/vontade/disposição pra terminar de ler agora.
As folhas são amareladas lindas e grossas, a fonte é ok, são 444 páginas e a editora é a mesma de todos os outros livros dele, Arqueiro 
Acabei de ler o livro e tive que vir aqui contar o que achei. Já falei no twitter, mas repito, esse foi sem dúvida o pior e o melhor livro do autor. Explico, a história é fantástica, é genial, acho que nenhum outro ser humano normal teria a genialidade de pensar nisso tudo, a obra é baseada em um livro de Dante Alighieiri, A divina comédia. Vocês já devem ter lido ou pelo menos ouviram a história na escola, e nesse livro descobrimos o mundo de Dante, bem como, problemas reais e atuais da sociedade contemporânea que se mostram mais graves do que eu havia imaginado. O livro é genial, assim como seu autor, mas Dan Brown cometeu sérios erros nesse livro. As primeiras 200 páginas passam muito devagar e a leitura não flui bem, é quase como um sacrifício que fazemos a espera de que a próxima página seja mais empolgante, afinal estamos falando do Dan Brown. Ok, superado o problema da primeira metade do livro temos mais dois problemas gravíssimos: Dan Brown superestima nossos conhecimentos geográficos sobre a Europa e narra todo o livro como se estivesse contando pros Europeus e fazendo referências de maneira que a linearidade fica absurdamente comprometida e ficamos facilmente perdidos quando ele fica falando dos milhares de lugares em que a história se passa, recomendo fortemente que achem um mapa bem detalhado da Europa pra acompanhar melhor o livro, procurei algum no google mas como já tava no meio pro final do livro e toda perdida deixei pra lá e não tenho ideia de onde cada coisa aconteceu, ok, ignoremos os lugares, então, tirando isso tem um fato que me cança muito nos livros do Dan, mas nesse torna-se ainda mais evidente: ele dá detalhes infinitamente específicos sobre todas as obras, esculturas, pinturas e etc pelas quais Robert Langdon e seus companheiros passam, e se tratando da Europa, eles não são poucos... Apesar desses detalhes que são um pouco chatos e atrapalham um pouco a leitura, superada a primeira metade do livro a história mostra-se incrível, surpreendente e a cada página você implora por mais, é mais uma corrida contra o tempo. Sou team Dan Brown então sou meio suspeita pra falar, mas recomendo bastante o livro, e se você não leu nada do autor, talvez seja melhor começar com esse que é o mais difícil de passar e depois seguir a ordem do Simbolo Perdido, O Código da Vinci e Anjos e Demônios (que é o meu queridinho) por último porque é o melhor, esses 4 são com o mesmo personagem, Robert Langdon, é o único personagem que se repete e as histórias são completamente distintas, nenhum é continuação. Fora esses tem os outros dois livros, Ponto de Impacto e Fortaleza Digital que também são muito bons mas a ordem não importa muito. Beijos meninas, e até a próxima.











Comentários do Facebook
0 Comentários do Blogger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Michele Design