Vitrine da May: Papai...

Papai...

Oi pai, é tão estranho e difícil escrever e falar assim tão abertamente pra você, eu sempre fui a garotinha do papai, mas mesmo a nossa relação tinha alguns limites, alguns não me toques, alguns detalhes. Mas hoje, pai, hoje eu gostaria de que isso fosse diferente. Na verdade quase todos os dias eu desejo que isso seja diferente. Sabe, queria ter aquele tipo de família que faz com que o dia do aniversário de cada um seja o mais especial possível, que comemore em todas as datas especiais com a casa cheia e sem se importar com a limpeza do chão. A verdade é que nunca fomos, e nunca seremos assim. A verdade é que você nunca foi melhor amigo, que na grande maioria das vezes você nem era pai. Eu entendo hoje, entendo que tudo isso foi para o meu melhor, entendo que você fez escolhas, a escolha de me dar o melhor e que querer que minha vida fosse diferente da sua. Hoje eu entendo a escolha que você fazia quando, ao invés de me dar um videogame de natal me dava um livro, ou as vezes não dava nada porque o dinheiro tinha ido todo pra mensalidade da minha escola, que era uma das mais caras da cidade. Hoje eu entendo porque você falou tanto, e lutou tanto e suportou tanta coisa. Foi por amor, foi por mim. E por isso, pai, obrigada. Obrigada por tudo que você me deu e eu menosprezei por toda a vida. Mas também quero que você saiba, que mesmo entendendo e respeitando todas essas escolhas, que mesmo sabendo que provavelmente eu faria o mesmo por meus filhos já que sou tão parecida com você, mesmo assim eu trocaria tudo isso por um pouquinho mais da sua presença na minha vida, por ter visto você mais vezes me esperando na porta da escola. Mesmo assim pai, obrigada, e perdão por todas as vezes que não entendia, que fazia birra, que te atrapalhava a estudar, que não te deixei dormir, que te ligava com qualquer desculpa só pra ouvir sua voz mesmo. Perdão por ter ficado tão mal criada e mal humorada na adolescência e ter deixado isso nos afastar um pouco mais. Hoje eu vejo tudo melhor, e te entendo, e te amo mais que sempre papai. Hoje eu queria estar ao seu lado e te dar um abraço.Perdão por não ter falado todos os dias da minha vida o quanto te amava, por não ter te perdoado, por não ter te ligado naquele aniversário, por ter cometido tantos erros, por ter sido tão impaciente e cega. Obrigada pai, por aquela boneca ruiva de sardinhas que você me deu em algum natal, pelos passeios inusitados, pelas idas ao parque da cidade, pelas viagens não planejadas, pelas coségas e pelos apelidos carinhosos. Obrigada pai, por me chamar de linda, por secar minhas lágrimas quando terminei com meu primeiro namorado, por me fazer sentir segura e protegida, por me dar colo e por ser o homem da minha vida, por me dar orgulho e fazer eu querer te mostrar pra escola e pro mundo inteiro, obrigada pelos momentos especiais, pelas mensagens lindas, pelas mudanças e por ter me influenciado de modo tão positivo. Obrigada pai, as mágoas hoje, ficam pra trás e tudo que carrego no coração agora é meu amor por você. E ele cresce a cada dia, te amo papai, feliz dia dos pais.



Comentários do facebook
1 Comentários do Blogger

Um comentário:

  1. sinto saudades domeu pai 15 anos que ele se foi
    passa tbm no meu cantinho?
    www.portaldebeleza.com

    ResponderExcluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Michele Design